domingo, 8 de maio de 2011

Gates



caem  folhas no jardim
quase todos os dias
e sempre o vento
as arrasta para longe


caem folhas sobre um rio
e as águas se abrem como nos sonhos dos anjos tristes


caem folhas
caem folhas sob a ponte


edemir fernandes bagon