sábado, 26 de janeiro de 2013

Mnemônico



Muito mais fácil esquecer do que amar as coisas. 
Não existe silêncio no esquecimento.


Edemir Fernandes Bagon