Múltiplos

Meu espírito te quer tanto que se torna carne por vezes sem pensar.


edemir fernandes bagon

Postagens mais visitadas deste blog

Cantiga de Amigo do Século XXI

O discurso retórico na arte de Rugendas: um novo olhar