quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Semântica


Seriam os passos dados por entre caminhos
Seriam as luzes vistas de longe
Seriam os segredos escritos
Seriam os deuses com flores
Seriam os mistérios e horrores

Seriam as canções sentidas
Seriam os outros perdidos
Seriam os gritos ouvidos
Seriam os princípios vendidos
Seriam as formas perfeitas

Seriam as almas e corpos
Seriam os pecados os trapos
Seriam os choros os laços
Seriam os desertos os olhos
Seriam disformes os sinceros

Seriam desejos os credos
Seriam menores os sonhos
Seriam tantos os espaços
Seriam grandes os temores
Seriam claros os espíritos

Se não fossem as dúvidas
Se não fossem as distâncias
Se não fossem as letras
Se não fossem as águas
Se não fossem os montes

Se não fossem as notas
Se não fossem as horas
Se não fossem as formas
Se não fossem os lados
Se não fossem os falsos

Se não fossem os santos
Se não fossem as mãos
Se não fossem os instantes
Se não fossem as virtudes
Se não fossem os círculos


Teria a vida algum sentido?



Edemir Fernandes Bagon





(O terapeuta (1941) - René Magritte)