sexta-feira, 28 de julho de 2017

Cérbero


Descolavam das mãos os desenhos coloridos
Pássaros com adornos
Cães em relevo
Céu azul monocromático
E o homem-deus deitado no teto de suas angústias

Edemir Fernandes Bagon