Nascente

por trás do mundo 

imensos mares

e o tempo insistindo em nascer com perfeição



Edemir Fernandes Bagon

Postagens mais visitadas deste blog

Cantiga de Amigo do Século XXI

O discurso retórico na arte de Rugendas: um novo olhar