quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Ainda

Ainda o vento continua brando
Ainda há um pouco de cinzas nos cantos da casa
Ainda teu olhar castanho permanece

Desço a rua para ver o mundo e sentir um pouco do outono
Sentir as folhas caindo

Meu corpo
brando vento em canto cinza

edemir fernandes bagon