sábado, 5 de fevereiro de 2011

Esclarecimentos





 eu te amo da mesma forma desesperada que um menino chora quando espera pela mãe atrasada na porta da escola


eu te amo da mesma forma desesperada que uma moça fica quando perde seu primeiro namorado

eu te amo da mesma forma que um velho se sente ao encontrar seu álbum de fotografia

eu te amo da mesma forma que um crente ama a Deus

eu te amo da mesma forma que um corrupto do congresso nacional ama o poder

eu te amo da mesma forma que um escritor inventa sua obra

eu te amo da mesma forma da saudade que fica à beira da estrada acenando um adeus

eu te amo da mesma forma que o tempo infinito

eu te amo da mesma forma do amor sublime

eu te amo da mesma forma do ciúme de otelo

eu te amo da mesma forma que o céu se coloca sob o mundo [inteiramente azul]

eu te amo como a semente semeada na terra

eu te amo feito corpo e espírito que amam a própria existência unida em intenção

eu te amo como a história da filosofia e da loucura

eu te amo desesperadamente da mesma forma do princípio ao fim [que não reconheço]



edemir fernandes bagon