sexta-feira, 11 de março de 2011

Achados



recomece a viver
e reencontre
sentido nas coisas simples



como
na maneira
que a mãe
segura o filho



como no tempo
que a nuvem leva
para formar no céu
desenhos



como no namoro da terra
com a chuva
como no encontro
do vento
com os cabelos da mulher sentada na calçada


como na despedida para sempre
como no silêncio incontido do amor


recomece a viver
e reencontre sentido
nas coisas simples


para não perder os sentidos
para não perder os instantes
para não perder o encanto de uma dança do ventre
para não perder o incontingente
para não se esquecer da voz do pai
para não se esquecer das necessidades da vida


reencontre o começo


edemir fernandes bagon