terça-feira, 14 de junho de 2011

Para Cores da Vida


Em pouco tempo
serei um pássaro sobre o mar-encanto

Em pouco tempo
Os instantes serão imagens azuis no fim dos céus

Em pouco tempo as cores da vida
ficarão nos olhos
dos que sentem
dos que amam
dos que encantam a infância do mundo feito arte de escrever poema

Em pouco tempo as canções serão imagens  puras n'alma
Em pouco tempo



Edemir Fernandes Bagon