terça-feira, 21 de junho de 2011

Estrangeiro


amor é terra estrangeira
onde a solitude adormece
esperando as horas.

estrangeiro é o destino aos olhos de Deus
que de repente decide migrar  para longe.

[do tempo olhos e lábios]

refugia-se na cidade dos lírios 
e  para os campos  entoa uma canção 



misturando-se com a luz 
libertando-se do medo das razões humanas de querer alguém


amor é terra estrangeira.

edemir fernandes bagon