terça-feira, 25 de outubro de 2011

Alternativas

eu me perco em todos os segundos
me guardo em todos os seus passados

eu me desconstruo na sua ausência
me reencontro nos seus olhos

eu me torno um só
como sonho

eu me ignoro nesse mundo
se me procuro

eu me corto no seu beijo
e me transformo em cinco
alternativas de absurdos

como num canto transparente da alma
não me vejo

e sinto desenhos sobre minha pele
retorcida como um fio de cobre

eu me perco em todos os segundos
como céu entre nuvens

como prece na infância

edemir fernandes bagon