segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Tempo


A gente, no entanto, caminha no tempo.

Para onde? Não sei.

Nem sempre é possível ter de volta o ontem.
Nem sempre é possível reescrever.

Edemir Fernandes Bagon