quinta-feira, 6 de março de 2014

Facilities


§ caminho por entre as coisas que delineiam meus sentidos

   não por acaso seus olhos me veem como conversa de amigos antigos
   não por acaso suas mãos me sentem como meninos diante do mundo
   não por acaso vejo e escuto seu espírito cantando para as flores

   descansa entre quadros pintados por Goya
   versos inversos incompreendidos de Lorca me encontram na memória das
   ruas

§ caminho por entre as coisas que delineiam a vida

  (ser livre é muito mais simples do que amar)


Edemir Fernandes Bagon