domingo, 12 de abril de 2015

Ananke



a gente brinca de ser livre porque tem medo

o silêncio nunca é o mesmo
a alma não dorme

não sei o porquê e nem como
o tempo me encanta


descortina o mundo
tingindo os olhos com instantes



edemir fernandes bagon