terça-feira, 3 de novembro de 2015

Descobrimentos II

redescobrir
o mar e o mundo em mim

atravessar o silêncio agarrado nas palavras ocultas

cair com as folhas do tempo em todos os cantos do que sou

enquanto houver vida
enquanto houver amor
enquanto houver

meu destino meus olhos dirão


Edemir Fernandes Bagon