sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Memórias


Minha vida desenhada no mar

As pedras redescobrem as formas

Ver a beleza do caminho  


[Preciso da vida, porque preciso falar da linguagem do amor]


Edemir Fernandes Bagon