terça-feira, 19 de julho de 2016

Anunciação


O mundo nasce nos olhos
como pele de elefantes tocando as flores


O mundo nasce nos olhos
como cartas de viajantes encontrando a saudade


O mundo nasce nos olhos 
transformando a alma escrita no corpo


O mundo nasce nos olhos
para ver o amor apenas em parte 



Edemir Fernandes Bagon