terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Destino



e se amanhã eu me esquecesse de todo e qualquer destino
e me visse apenas ser 

sem cor
sem dor
sem forma
sem escudo

e se amanhã eu me visse  feito apenas de luz 
ou me encontrasse  dentro de uma caixa pequena
sendo desejo 
sendo passado invertido

e se amanhã eu me reinventasse com um toque de luz
e me transformasse em amor 



edemir fernandes bagon