quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Pontinhos

saudade é assim livre
 mar entrando no céu...
                                             coisas que a vida traz
                                                   
                                             uma oração para  Deus


 assim
 superfície do mar
                                   vento tocando o barco
                                 
caminhos  que se encontram

saudade é uma doação do tempo aos olhos
de quem descobre a cada instante
que a vida se preenche com pontinhos  iguais na forma


se  não consigo dormir é porque me perco na imensa saudade do que sinto
                                  [até mesmo nos sonhos]



edemir fernandes bagon